Seguidores

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Novo Progresso vai receber Cubanos na Nova Etapa Mais Médicos

Ilustrativa
PA recebe 81 profissionais cubanos para nova etapa do Mais Médicos- "Novo Progresso" esta na lista para receber os Profissionais de Cuba que irão atuar em 62 localidades do estado.
Médicos estrangeiros chegam até dia 21 de dezembro no Pará.


O estado do Pará irá receber, até o dia 21 de dezembro, 81 médicos cubanos que irão atuar em 62 municípios do estado dentro do programa Mais Médicos do Governo Federal. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (15) pelo ministro Ricardo Barros, em Brasília.

De acordo com o Ministério da Saúde, estes profissionais irão substituir membros do programa que atuam no estado desde 2013, já que o acordo de cooperação entre Brasil e Cuba prevê que os médicos cubanos não podem passar mais de três anos trabalhando no país.

Segundo o governo, embora a passagem de cada turma de médicos tenha prazo determinado, os benefícios são duradouros. "A estratégia do Programa Mais Médicos trará resultados permanentes para o Brasil. É importante ressaltar que estamos comprometidos em fortalecer a atuação dos brasileiros. No entanto, enquanto houver necessidade o convênio com a OPAS será mantido. Percebemos que, a cada ano, os profissionais se conscientizam ainda mais da importância de prestar esta assistência à população”, afirmou o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Rogério Abdalla.

Veja os locais do Pará que receberão os médicos cubanos
Os cubanos que chegarão ao Pará serão deslocados para 62 localidades de diversas regiões do estado, incluindo municípios e distritos sanitários especiais indígenas (DSEI).

As cidades contempladas com profissionais cubanos são Acará, Afuá, Almeirim, Anajás, Augusto Corrêa, Aveiro, Bagre, Baião, Breu Branco, Capitão Poço, Colares, Conceição do Araguaia, Cumaru do Norte, Curuá, Faro, Floresta do Araguaia, Goianésia do Pará, Gurupá, Igarapé-Miri, Inhangapi, Itupiranga, Jacareacanga, Juruti, Limoeiro do Ajuru, Maracanã, Marapanim, Mocajuba, Monte Alegre, Muaná, Nova Timboteua, Novo Progresso, Novo Repartimento, Oeiras do Pará, Oriximiná, Ourém, Ourilândia do Norte, Pacajá, Palestina do Pará, Peixe-boi, Pontade Pedras, Porto de Moz, Prainha, Santa Maria das Barreiras, Santana do Araguaia, São Domingos do Capim, São João de Pirabas, São Sebastião da Boa Vista, Terra Santa, Tracuateua, Trairão, Uruará, Vitória do Xingu, Soure, Alenquer, Bragança, Breves, Santarém e Bom Jesus do Tocantins.

Os distritos indígenas que irão receber médicos cubanos são os de Altamira, Guamá-Tocantins, Kaiapo do Pará e Rio Tapajós.

O programa mais médicos
Criado em 2013, o Programa Mais Médicos tem como objetivo ampliar a assistência e atenção básica levando médicos para regiões em que o governo considera que há carência de profissionais.

Segundo o Ministério da Saúde, além de providenciar médicos o programa prevê ações de infraestrutura, com investimentos na expansão da rede de saúde e foco nas unidades básicas e de pronto atendimento, além de uma oferta maior de vagas para graduação e residência médica.


Do G1 PA