Seguidores

sábado, 3 de dezembro de 2016

Fiepa premia os melhores do jornalismo do Pará

Incansáveis em busca da pauta do dia, os jornalistas paraenses viveram uma noite de glamour nesta quinta-feira, 24, no Hangar – Centro de Convenções, durante a cerimônia de entrega do Prêmio Fiepa de Jornalismo. A 4ª edição da maior premiação de jornalismo da Amazônia concedeu 21 troféus para jornalistas em três diferentes categorias, além de 50 mil reais em dinheiro para os trabalhos vencedores do Prêmio Raimundo Pinto da Silva que reconhece as reportagens que melhor retrataram a indústria paraense na rádio, mídia impressa, web e televisão. O prêmio é uma realização do Sistema Fiepa, Sesi e Senai.

Foram diversos momentos de destaque na festa dedicada a 800 profissionais da área. A começar pela entrega do troféu Personalidades da Comunicação para a colunista Vera Castro e o jornalista Lúcio Flávio Pinto, dois jornalistas reconhecidos pela credibilidade e que, neste ano, completaram cinco décadas dedicadas ao jornalismo sério e comprometido.

“O prêmio é a consequência de uma busca árdua para conquistar a informação e conquistar leitores, diariamente. Eu tenho a preocupação de dar a informação que eu acho que tenho que dar e principalmente os alertas da nossa cidade”, disse a homenageada, Vera Castro.
Para o jornalista Lúcio Flávio Pinto, o prêmio é também um reconhecimento do Jornal Pessoal, produzido de forma independente há 30 anos. “Esse premio é uma abertura de dialogo, em proveito de interesse público”, afirmou.
A categoria também homenageou o fotógrafo Ary Souza, o primeiro repórter fotográfico a receber a honraria que destaca os jornalistas pela solidez da trajetória na profissão. Com mais de 30 anos atuando no jornal O Liberal, Ary retratou quase que diariamente os fatos mais relevantes do estado nas últimas décadas.
José Conrado Santos, presidente da Fiepa, acredita que o evento é a celebração da aproximação entre a imprensa e a indústria. “É um momento para a gente mostrar a importância do profissional da imprensa para a sociedade e também para o desenvolvimento do Estado do Pará”, afirmou o presidente da Federação.

Melhores do Ano

A revelação dos nomes dos 14 jornalistas mais votados na categoria Profissionais do Ano foi um dos momentos mais aguardados da noite. Após três etapas, incluindo a indicação por 100 profissionais da área e duas fases de votação online envolvendo colegas de comunicação, os mais votados subiram no palco diante do público que pode conhecer aqueles que mais se destacaram neste ano.

Christian Emanoel, vencedor da premiação pelo terceiro ano, uma vez como editor e pela segunda vez como colunista, acredita que o momento seja de reconhecimento de um trabalho feito com seriedade. “O mais legal é saber que esta foi uma escolha do público e dos colegas de profissão que me acompanham”, afirmou.

Prêmio Raimundo Pinto

Para as equipes que produziram as reportagens finalistas do Prêmio Raimundo Pinto a expectativa foi igualmente especial. Porém, apenas quatro das 67 reportagens inscritas receberam o prêmio no valor de 12.500 reais: Negócios Verdes – Revista Amazônia Viva, de O Liberal, eleita a melhor reportagem de mídia impressa; Empresas paraenses conquistam o mercado mundial, da equipe do DOL, melhor matéria de web; Impactos ambientais e sociais de grandes projetos de energia e mineração na região do Xingu, da TV Liberal e a Lei Kandir 20 anos, da Rádio Cultura.

O maior volume de trabalhos inscritos, 26 a mais que no ano passado, foi um dos pontos destacados pela jornalista Cleide Pinheiro, diretora da Temple Comunicação, agência responsável pela coordenação do prêmio: “A gente percebe a melhoria da cobertura do segmento industrial. Vimos edições mais caprichosas, apurações mais consistentes e pautas contundentes, não necessariamente falando de forma positiva. Esta é a nossa intenção, criar uma cultura de cobertura da economia local, que infelizmente ainda é muito pequena, especialmente em rádio e televisão”, disse. A festa dos jornalistas continuou em ritmo nostálgico com os melhores ritmos das décadas 70, 80 e 90, embalada pelo Hot Classics.

Vencedores do Prêmio Especial Jornalista Raimundo Pinto

IMPRESSO

Negócios Verdes – Revista Amazônia Viva

WEB

Empresas paraenses conquistam o mercado mundial – DOL

TV

Impactos ambientais e sociais de grandes projetos de energia e mineração na região do Xingu – TV Liberal

RÁDIO

Lei Kandir 20 anos – Rádio Cultura

Finalistas Profissionais do Ano (ordem alfabética)

Apresentador

JOÃO JADSON – TV LIBERAL

Assessor de Imprensa

ANDREZA GOMES – FUNDAÇÃO CULTURAL DO PARÁ

Blogueiro

LÚCIO FLÁVIO PINTO – BLOG DO LÚCIO FLÁVIO PINTO

Colunista de Notícia

OLAVO DUTRA – REPÓRTER 70 – O LIBERAL

Colunista Social

CHRISTIAN EMANOEL – PARÁNEWS – ORM NEWS

Editor

NIELSON BARGAS – TV RECORD

Locutor

BEBEL CHAVES – RÁDIO CULTURA

Produtor

ALESSANDRA BARRETO – TV LIBERAL

Repórter Cinematográfico

MARCELINO CAMPOS – TV RECORD

Repórter de Mídia Impressa

CAROLINA MENEZES – DIÁRIO DO PARÁ

Repórter de Rádio

CÁSSIA NASCIMENTO – RÁDIO CULTURA

Repórter de TV

JALÍLIA MESSIAS – TV LIBERAL

Repórter Fotográfico

TARSO SARRAF – O LIBERAL

Repórter Web

DIANA VERBICARO – DIÁRIO ONLINE

Por Fiepa