Seguidores

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Descaso-Posto de saúde fechado e alunos sem estudar em Novo Progresso

População reclama da saúde pública e alunos fora da escola na comunidade  "São José"

Posto de saúde abandonado em obras

Unidade de Saúde Básica na comunidade, está com as reformas paralisadas, o descaso faz anos......
Os moradores da comunidade São José distante aproximadamente 55 quilômetros da cidade de Novo progresso vivem num verdadeiro abandono pelo poder publico municipal.

Aquilo que sempre foi exemplo de eficiência  dedicação com atendimento de pessoa habilitada no posto de Saúde agora sequer tem o posto funcionando. O posto de saúde esta mais de ano em reforma, não existe mais ACS (Agente Comunitário de Saúde), alunos da escola estão sem estudar por falta de transporte escolar.

A comunidade esta desamparada da prefeitura, os recursos que anteriormente ainda existia acabaram, nada mais é feito pela prefeitura, os moradores se viram como pode.
Procurar atendimento pa­ra cuidar da saúde na comunidade de  São José não  é tarefa fácil. Para as pessoas que moram no centro da cidade, a situação é um pouco mais tranquila, mas, para quem vive nas comunidades  mais distantes, o cenário é grave. Esta foi a conjuntura encontrada pelo Blog, que ouviu as reclamações da população daquela comunidade para  saber como a comunidade está sendo cuidada pela administração pública.

Posto de saúde fechado e abandonado na comunidade

Os serviços de primeiro socorros que sempre foram realizados na comunidade, agora têm que seguir para a comunidade de Riozinho das Arraia distante 15 quilômetros ou até Novo Progresso, lamentam.

Na comunidade a Unidade de Saúde Básica passa por uma reforma – serviços que deveriam durar no Máximo 90 dias  já se arrasta por dois anos
A falta de atendimento com as manutenções de vicinais e outros serviços também é motivo de reclamação pelos comunitários.
A situação se agrava mais na área da educação , segundo informação cerca de 50 alunos estão sem aulas, por falta de transporte, e conforme a prefeitura este problema estaria sendo solucionado, mas até o fechamento desta edição continuam sem estudar. O motivo é falta de peças do micro ônibus escolar que esta na oficina. um verdadeiro descaso com nossos munícipes!