Seguidores

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Organização criminosa ostentava luxo com dinheiro da extração ilegal de madeira de assentamentos

Divulgação
Carros de luxo avaliados em R$ 500 mil (cada), iates, motos náuticas, aeronaves, entre outros luxos eram ostentados por um pequeno grupo que faz parte da organização criminosa desbaratada pela operação “Madeira Limpa” deflagrada em Santarém, Belém, Óbidos (Pará) e Florianópolis (Santa Catarina).
Foram cumpridos mais de 40 mandados de busca e apreensão nas cidades onde a operação foi deflagrada. Até o fechamento desta matéria, houve 21 prisões. 
Continue Lendo AQUI