Seguidores

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Pará Nº 1 do PDT pode deixar o partido para comandar o PSL no Pará

Osmando Figueiredo está com um pé fora do PDT.
Nº 1 do PDT pode deixar o partido para comandar o PSL no Pará

Número 1 do partido em Santarém, o advogado decide até o final de maio se deixa ou não o partido que o abriga há mais de 2 décadas – e pelo qual, inclusive, chegou à presidência da Câmara de Vereadores em votação à unanimidade – feito inédito na Casa.
A decisão de deixar o PDT surge à reboque de um convite: comandar o nanico PSL (Partido Social Liberal) no Pará, atualmente sob a órbita de influência do senador Jader Barbalho (PMDB). Por Jeso Carneiro- (foto-Jeso Carneiro)