Seguidores

segunda-feira, 9 de março de 2015

Novo Progresso sofre com a falta de promotor



Entidades se mobilizam  para cobra a permanecia de um representante do Ministério Publico no Município.

Participaram conselheiros tutelares, presidente do conselho da criança e do adolescente, representante da OAB, representante da Câmara de Vereadores, representante da Prefeitura Municipal e diretores de escolas.
Diversos setores da sociedade têm apontado que a situação atual é bastante caótica. É de conhecimento da população que as atribuições do MP são bastante variadas e de suma importância para a sociedade. Sua tarefa é defender a ordem jurídica, promover a justiça e ações nas áreas de interesse coletivo, fiscalizar o cumprimento das leis e a atuação dos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.

A ausência de promotor permanente (titular) está trazendo sérios prejuízos para a população progressense.Leia Mais AQUI