Seguidores

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Pilantragem em Juruti

VEJA SEM CORTES O ÁUDIO DO ACERTO DE PROPINA ENTRE O PREFEITO MARCO AURÉLIO E OS VEREADORES EM JURUTI

Click AQUI e veja

Uma gravação de conversa entre vereadores do Município de Juruti, no Pará, e o prefeito, Marco Aurelio Dolzane do Couto, o Marquinho, mostra os parlamentares cobrando propina do chefe do executivo e falando abertamente sobre irregularidades praticadas na administração do município.

O primeiro vereador a falar cobra do prefeito o pagamento de uma espécie de mesada que é paga aos vereadores mensalmente, no valor de R$ 2 mil. A cobrança é devido ao atraso no pagamento. “Um dos problemas que estamos enfrentando é com relação ao repasse dos 2 mil reais. Tá ficando uma situação complicada pra todos nós aqui. Eu particularmente preciso dessa ajuda”, diz o parlamentar, que chega a pedir “pelo amor de Deus”, que o prefeito não deixe de pagar o dinheiro extra.

O prefeito afirma que está com dificuldades para pagar o que vem sendo exigido pelos vereadores e diz que eles pensam que a prefeitura não está repassando do dinheiro porque ele quer. Além do pagamento de salários, os parlamentares cobram combustível e passagens (não especifica se de barco ou de avião).

Um dos parlamentares toma a palavra e diz achar que o pagamento dos R$ 2 mil deve ser encarado como um dízimo. “Eu queria dizer que de fato esse compromisso que o senhor tem com os vereadores fosse visto como um dízimo pra nós”. O mesmo parlamentar pede que o valor seja repassado todo dia 20 de cada mês, porque “a pão e água, assim como o senhor está, nós estamos também”. O parlamentar diz, ainda, que todos estão juntos com o prefeito “no sentido de pegar porrada juntos”

Em seguida, uma vereadora reclama da falta de resolução do “problema” e das diversas cobranças feitas aos secretários, que não os resolvem. “É como se realmente não tivesse compromisso”, diz. “Precisa ter uma boa vontade. O senhor deu uma ordem, a pessoa tem que cumprir. Pô, qual é o papel do prefeito aqui. É dar a ordem e o secretário cumprir, mas parece que isso não acontece”.

A vereadora diz que o pagamento dos vereadores deve ser “prioridade número zero”

Como solução, um dos presentes à reunião propõe que a prefeitura faça uma licitação com uma empresa de um dos vereadores e repasse o dinheiro à empresa todo mês. A proposta é rejeitada pela mesma vereadora que fala em “prioridade zero”. “Eu vou lhe falar uma coisa: eu e o Peruano estamos sendo processados por conta de a gente ter feito uma maluquice ai, de o Peruano ter feito uma licitação quando era vereador, e nem estava no nome dele. Se tiver uma fiscalização aqui, o senhor vai estar entregando o ouro ao bandido”.
A mulher que faz o alerta, é a vereadora Heriana Santos (PT), a mais votada do município em 2012, que também é a autora da gravação. Segundo o blog, o áudio foi feito com o celular dela, em uma reunião realizada em setembro de 2014, com o prefeito e 11 vereadores. Mas só neste início de 2014 a gravação chegou ao conhecimento do público.
DVD Vozes da Verdade
O áudio foi gravado em um DVD com capa produzida, e ganhou o título de Vozes da Verdade. O material está sendo distribuído na cidade e tem causando uma turbulência política no município paraense. O conteúdo original tem 1 hora, 14 minutos e 53 segundos.
Fonte: Amazonas Atual
REtirado do Blog JKCAMPOS