Seguidores

sábado, 10 de janeiro de 2015

Nepotismo- Roraima & Novo Progresso-PA


Olha o nome desta Mulher: Suely Campos
 
 
Suely Campos (PP) tomou posse no dia 1º de janeiro

Coincidência ou não a governadora de Roraima, Suely Campos parece ser  do mesmo partido do atual prefeito de Novo Progresso, mesmo  após  ter nomeado 19 parentes no comando do governo de Roraima, disse estar dentro da legalidade... Esqueceu-se da Moralidade!
A mesma teoria usada pelo nosso  gestor Municipal que ao nomear a filha e outros parentes para administração , justificou  estar agindo dentro da legalidade..
Lá em Roraima o MP agiu e coibiu as contratações:

O  Ministério Público (MP) estadual (RO) pediu  para que sejam exonerados “imediatamente” dos cargos os parentes que ela nomeou para vários cargos do Executivo nesta semana, logo após tomar posse.
Além de ofender os preceitos constitucionais de moralidade, razoabilidade e eficiência, as nomeações dos agentes políticos atendem a uma identidade familiar, bem como geram na sociedade um sentimento de indignidade moral”, diz o Ministério Público em notificação enviada ao governo do estado. Caso a recomendação de exonerar os parentes não seja cumprida, o Ministério Público prometeu “adotar medidas judiciais cabíveis”.
A prefeita macha resolveu criticar a decisão do MP (Ministério Publico) ; Suely Campos (PP), criticou  a recomendação do Ministério Público (MP) estadual para que sejam exonerados “imediatamente” dos cargos os parentes que ela nomeou para vários cargos do Executivo nesta semana, logo após tomar posse. Em nota, ela alegou que o MP foi precipitado e não teve o mesmo rigor com a prática do nepotismo em relação a administrações anteriores., criticou nesta quinta-feira (8) a recomendação do Ministério Público (MP) estadual para que sejam exonerados “imediatamente” dos cargos os parentes que ela nomeou para vários cargos do Executivo nesta semana, logo após tomar posse. Em nota, ela alegou que o MP foi precipitado e não teve o mesmo rigor com a prática do nepotismo em relação a administrações anteriores.
De acordo com o Ministério Público de Roraima, a governadora nomeou, ao todo, 15 parentes para a estrutura de governo estadual. “Além de ofender os preceitos constitucionais de moralidade, razoabilidade e eficiência, as nomeações dos agentes políticos atendem a uma identidade familiar, bem como geram na sociedade um sentimento de indignidade moral”, diz o Ministério Público em notificação enviada ao governo do estado. Caso a recomendação de exonerar os parentes não seja cumprida, o Ministério Público prometeu “adotar medidas judiciais cabíveis”.
Em Novo Progresso o nepotismo se estende para o legislativo, vereadores emplacaram irmãos, primos, etc; na administração publica municipal, tirando deles o direito de exigir ao MP que atue no caso das nomeações dos parentes do prefeito e vice versa.
Lá em Roraima o MP DISSE :"Além de ofender os preceitos constitucionais de moralidade, razoabilidade e eficiência, as nomeações dos agentes políticos atendem a uma identidade familiar, bem como geram na sociedade um sentimento de indignidade moral”, diz o Ministério Público em notificação enviada ao governo do estado. Caso a recomendação de exonerar os parentes não seja cumprida, o Ministério Público prometeu “adotar medidas judiciais cabíveis”.
 
a DIFERENÇA :Em Novo Progresso o MP(Ministério Publico) não é atuante e ninguém no poder (Vereadores) cobra atuação da entidade no município, que vive o caos na administração publica Municipal. Qual a Moralidade que estes administradores tem?
Amém!
Leia AQUI