Seguidores

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Pará-Segup lança novas tecnologias para melhorar qualidade dos serviços oferecidos à população

O sistema identifica automaticamente a pessoa, pelo serviço de geolocalização do smarthphone ou tablet, e registra usuário, hora, dia, local e o tipo de demanda
Foto-Divulgação SEGUP
 
O Sistema Estadual de Segurança Pública e Defesa Social apresentou na manhã desta sexta-feira (19) novas soluções na área de Tecnologia da Informação (TI), visando contribuir para a melhoria do atendimento e dos serviços oferecidos à população. O evento ocorreu no auditório da Delegacia Geral de Polícia Civil, na Avenida Magalhães Barata, em Belém, com a presença do secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, e dos demais gestores e dirigentes das instituições do Sistema de Segurança.
Durante o evento, a Segup assinou um Termo de Cooperação Técnica com a Empresa de Processamento de Dados do Pará (Prodepa), o qual viabiliza a implantação de ferramentas de interação, em tempo real, entre o cidadão e as instituições do Sistema de Segurança Pública e Defesa Social.
Por meio do acordo de cooperação, a equipe técnica da Prodepa desenvolveu um aplicativo denominado Ponto Cidadão, no qual o usuário poderá informar o registro de boletins de ocorrência (se conseguiu fazer o registro, se o sistema estava funcionando, parado, lento ou qualquer outra dificuldade durante o procedimento). O cidadão também poderá informar sobre o atendimento recebido na unidade policial, enviar fotos, mensagens e sugestões.
O aplicativo Ponto Cidadão foi desenvolvido para que a população tenha um moderno canal de comunicação com a área de Segurança Pública, a partir do seu smartphone, com apenas alguns toques na tela. Caso haja alguma informação relevante a comunicar, basta utilizar o aplicativo, escolher entre as opções disponíveis e enviar informações adicionais. O aplicativo está disponível para smartphone de sistema IOS e Android.
Celeridade - “Este aplicativo é importante porque vai acelerar as demandas da sociedade. O sistema é gratuito, e o usuário só precisa se cadastrar uma única vez para ter acesso aos serviços disponibilizados pela área de Segurança. Basta fazer o download, instalar o aplicativo, que já está disponível nas lojas virtuais, nas plataformas IOS e Android, e utilizar os serviços oferecidos”, frisou o presidente da Prodepa, Théo Pires.
Ele disse que, além de informar sobre o registro de boletins de ocorrência, o serviço também informa o registro de incêndio, transmitido diretamente às equipes do Corpo de Bombeiros. Por meio do aplicativo, também será possível informar ocorrências referentes a assaltos a ônibus e em postos de saúde, e casos de violência nas escolas.
“Este serviço é georrefenciado e será possível receber fotografias e detalhes da ocorrência, como o local exato e qual os recursos humanos e meios mais adequados para utilizar, por exemplo, nos casos de combate a incêndios, otimizando a logística disponível e diminuindo o tempo de resposta do atendimento às ocorrências. Quem ganha é a sociedade, que terá um serviço mais eficiente e de melhor qualidade, em todo o Estado”, destacou o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel João Hilberto Souza de Figueiredo.
Luiz Fernandes Rocha apresentou a equipe que vai trabalhar diretamente com as demandas do aplicativo Ponto Cidadão. O grupo recebeu treinamento da Polícia Civil, e conta com o apoio de dois veículos para trabalhar, durante 24 horas, nas instalações da sede do Centro Integrado de Operações (Ciop), em Belém.
Ocorrências - A Segup apresentou ainda um sistema de gestão de ocorrências, desenvolvido pela empresa de tecnologia Sisgraph, para implementar o processo de modernização do Ciop. O novo sistema utiliza tecnologia de ponta e visa diminuir o tempo resposta e a resolutividade das ocorrências registradas no Centro Integrado. Este sistema representa a tecnologia em favor da gestão de Segurança Pública. Além de modernizar a estrutura do Ciop, com vistas ao atendimento de novas demandas e futuras expansões estratégicas, garante um salto de qualidade no atendimento e a ampliação da capacidade de gestão do Estado, na área de Segurança e Defesa”, explicou o gerente comercial da empresa Sisgraph, Marcos Telles.
“Trata-se de uma ferramenta importante para o auxílio no planejamento e para a tomada de decisão. O sistema fornece uma série de informações, como indicadores, metas e relatórios espaciais, com dados e conteúdos integrados das polícias Civil e Militar, assegurando maior controle no acesso aos dados. Por se tratar de um modelo implantando em mais de 10 Estados, o sistema garante confiabilidade, qualidade na prestação dos serviços ao cidadão e melhor aproveitamento dos recursos do Estado, reduzindo o tempo de resposta às ocorrências”, acrescentou o gerente.
“A necessidade de auxiliar, orientar e não revitimizar o cidadão gerou a criação de todas estas ferramentas. A ideia é ampliar, cada vez mais, o apoio durante 24 horas e os serviços oferecidos à população. Criamos uma estrutura de atendimento às demandas do aplicativo, e isso deverá ser reforçado e estendido ao interior do Estado”, ressaltou o secretário Luiz Fernandes Rocha.
Ele explicou que a equipe vai monitorar, encaminhar e acompanhar todas as demandas recebidas, por meio do aplicativo. “São projetos que facilitam o acesso da população aos serviços públicos, melhoram a qualidade das ações desenvolvidas e que se juntam às demais atividades de combate à criminalidade em todo o Estado”, finalizou.
Lene Alves
Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social