Seguidores

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Curtas & Boas

Curtas do Blog
Essas eleições foram a bagaceira no Pará e no Brasil. Alguns políticos se deram mal.
Mas aqui no progresso o bicho pegou. Teve Líder Partidário que apostou seguro no candidato achando que tava eleito se ferrando feio. Falando em candidato, com a derrota de Helder Barbalho(PMDB), a disputa para a Prefeitura de Novo Progresso ficou aberta para as próximas eleições, a expectativa que terremos o numero recorde de pretensões e  será acirrada. De uma coisa tenho certeza:  Jatene vai querer implantar o seu de novo.
Separatismo
Ficou claro nesta eleição a vontade de dividir o Pará. A População  do Tapajós e Carajás, demostram em ato democrático a vingança maligna disparada para Jatene. Adiante tivemos duas grandes derrotas nas urnas, a primeira foi com o separatista Lira Maia (DEM),   derrotado junto com Barbalho e no Carajás o líder Giovanne Queiroz (PDT), não emplacou e ambos estão fora do próximo pleito.   
Itaituba
Os Itaitubensses foram diferentes nesta eleição. Ao contrario  dos municípios; Santarém Rurópolis, Trairão Novo Progresso, Altamira etc. aonde Helder (PMDB)  obteve larga vantagem diante de Jatene (PSDB) , por lá os eleitores ficaram com Jatene no primeiro e no segundo turno. Resta saber o motivo? A cidade também esta no abandono, as ruas esburacadas e com alto índice de criminalidade. Em conversa por telefone com amigo de Itatituba  ele disse que votou no menos ruim. Em passado próximo Itaituba foi berço Jardelista....
Travando Desenvolvimento

Fica claro uma coisa, diante de um quadro caótico, o município de Novo Progresso ainda não perdeu o velho costume. Sempre repassando a culpa!  Passado anos vivendo na ilegalidade, hoje ainda nos deparamos com a misera Légua Patrimonial - já trocada de  lugar por três vezes - no total de mil e um pouco  hectares.  Vale lembrar que trocamos diversos prefeitos e continua andando para trás , ou o INCRA quer que vire uma colônia ou a impotência dos antecessores e atual, prevalece.
Insegurança Pública
Voltamos atrás  com a questão desenvolvimento: Acuado por promessas o alcaide Municipal, entra em cena outra vez comandando as grilagens de terra no município. O seu Nº 1 recentemente em uma estratégia relâmpago,  assumiu a responsabilidade e pediu demissão para ficar por baixo dos panos. A falta de politica pública no município irmanada com incompetência a atual gestão esta deixando o município outra vez no alerta vermelho. Em passado próximo as grilagens com crimes chegaram a números considerados alarmante no Pará e  os casos de crimes por  invasão e grilagem cresceram em números elevados em Novo progresso.  Acalmou após interferência do governo federal na região, hoje se inicia um novo tempo comandando pelos mandatários romanholistas, estamos vivendo a verdadeira insegurança pública em Novo Progresso. As invasões tendem a crescer pela  incompetência e falta de compromisso de nossos ingestores no município. Vergonha!
Nota Sintepp
Mal tratos pela atual gestão num todo, a entidade em Novo Progresso resolveu sair na defesa dos seus.
Em nota pública citou a indignação sobre a postura da secretaria de educação Claudia Khummer em não buscar o dialogo para resolver o impasse.  Segundo a categoria os profissionais da educação, perderam direitos com atual gestão e vivem o desmando somente com deveres, e que tudo que sai da boca dos gestores são falsas promessas não passam de palavras ao vento. Na nota cita o descaso esse que vai desde o atraso do rendimento dos trabalhadores da educação a falta de estrutura das escolas que possa possibilitar melhores condições de trabalho no município...
 
 
Aparições
Após anos no anonimato por ter envolvimento com suposto esquema fraudulento de desvio de dinheiro na finança do município de Novo Progresso, o envolvido tem aparecido constantemente na  prefeitura, e por coincidência ou não as visitas são ao mesmo local onde estava antes, desta vez com outro comandante na pasta.   Segundo fonte o falsário foi visto também na residência do secretario do alto escalão do governo Municipal. Será que estão planejando outra (s) tramoia (s)?