Seguidores

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Paulo Cunha

Eu li texto interessante no conceituado Radar On Line que vale reflexão:

‘Barbosa não quis’
Henrique Eduardo Alves procurou seus assessores da presidência da Câmara, ontem, para saber se havia chegado algum comunicado do STF sobre João Paulo Cunha. Nada.
O futuro político do mensaleiro continua sem previsão para ser decidido. Henrique Alves provoca:
- O presidente do STF poderia ter adiado a sua viagem em um dia para assinar o pedido de prisão, mas não quis fazê-lo. Quem o substituiu também poderia assinar, mas não assinou. Fazer o quê?
Por Lauro Jardim