Seguidores

sábado, 5 de outubro de 2013

Marina Silva oficializa entrada no PSB de Eduardo Campos

Ida da ex-senadora para o PSB foi decidida na última hora; após derrota da Rede, Marina foi cobiçada por várias siglas

Ao se filiar ao PSB, Marina Silva diz que vai 'adensar a
candidatura' de Eduardo Campos-Pedro França/Futura Press

A ex-senadora Marina Silva anunciou neste sábado (5) ao lado do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, a sua filiação ao PSB para as eleições de 2014. Marina fez questão de dizer que a candidatura do PSB "está posta", deixou claro que não será candidata a presidente, mas não confirmou se será vice na chapa que será encabeçada por Campos, embora esse seja o cenário mais provável. A ex-senadora hoje aparece em segundo lugar nas recentes pesquisas de intenção de voto e carrega consigo o capital político de 20 milhões de votos obtidos nas eleições de 2010. Já Campos está em quarto nas sondagens atrás do tucano e presidenciável Aécio Neves.
Marina agradeceu a Campos e disse que o governador possibilita que ela faça o “o não esperado”. “Queriam que a Marina se resignasse e fosse ser a candidata da internet. Todo mundo ia curtir e um bando de gente ia me cutucar, mas isso não ia mudar nada”, afirmou a ex-senadora. Ela disse que durante o processo para viabilizar a Rede cansou de responder a perguntas sobre o plano B. “Mas ninguém me perguntou de plano C. Acho que vou trabalhar a ideia de um plano C, pensei então. Mas qual é o plano C? O plano C é o Eduardo Campos. É o PSB”, disse Marina Silva na coletiva.Leia AQUI