Seguidores

quinta-feira, 21 de março de 2013

NOTICIAS INTERESSANTES

 

BR-163 no Pará em alta mesmo com acesso precário

Caminhões transportam mesmo com muita chuva em trecho sem pavimentação - a safra de grãos produzida no norte do mato groso para Santarém no Pará

Caminhões transportam mesmo com muita chuva em trecho sem pavimentação - a safra de grãos produzida no norte do mato groso para Santarém no Pará
O Projeto de asfaltamento da BR-163, estrada que liga Cuiabá (MT) à Santarém (PA), passando por vasto trecho da maior fronteira agrícola no Nortão do estado do mato grosso, impulsiona a economia, onde caminhões ariscam para encurtar distancia, mesmo com trechos ainda sem pavimentação para transportar grãos até a cidade de Santarém no Pará.
Existem outras negociações para a viabilização o custo frete principalmente do que produz no estado do Mato Grosso, o governo daquele estado idealiza a construção de uma ferrovia (Cuiabá-Santarém), entre meio também luta junto ao DNIT para duplicar a BR-163, no trecho entre a Capital mato-grossense até a divisa do Pará. Enquanto isto não acontece - a realidade da rodovia no Mato Grosso é triste de se ver; não esta duplicada, sem acostamento e de sinalização confusa tornam caótico o cotidiano de 12 mil caminhoneiros que trafegam dia e noite transportando a soja, para outros pontos (Santos-SP/Paranaguá-PR) do agronegócio do Brasil.Continue lendo AQUI 
 

BR-163 será concluída no máximo até 2014, diz Dnit

'Santarém quero entregar ainda no primeiro semestre de 2014', disse

Atoleiros nos trechos sem pavimentação- foto Facebok


 
O diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), General Jorge Fraxe, foi questionado ontem, durante audiência pública na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado, sobre os prazos previstos para a conclusão das obras da BR-163. 'De Rurópolis a Santarém temos 40 quilômetros por fazer, de 80 da meta. Vamos fazer um RCD (Regime de Contratação Diferenciada) e fazer o possível para entregar em 2014. Este é um empreendimento que quero ir de Cuiabá até o porto de Santarém ainda no primeiro semestre de 2014', disse Fraxe.
Para que a obra seja executada mesmo no período chuvoso, o DNIT irá utilizar técnica de túneis móveis, espécie de coberturas que mantém as condições para a realização das obras e já está em plena execução em outros empreendimentos, inclusive na região amazônica.Continue lendo AQUI

Atoleiros nos trechos sem pavimentação-  foto Facebok




Br-163 Trecho Jaciara Mato Grosso
Foto-Folha de São Paulo


Cargil Santarém -PA