Seguidores

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Saiu no Portal Folha do Progresso

Osvaldo e Joviano: primeiros 37 dias de governo 

O prefeito Osvaldo Romanholi (PR) e seu vice, Dr. Joviano, completam amanhã, trinta e sete dias de uma administração que veio carregada de muitas esperanças e responsabilidades, como acontece especialmente quando os eleitos vieram da oposição ao governo anterior.
É óbvio que em quatro semanas não se pode cobrar ainda resultados efetivos em qualquer área da administração. Qualquer prefeitura, mesmo as de pequenos municípios, ou de municípios sem grandes problemas (o que é raro, mas existem), administrar necessidades e anseios da comunidade é tarefa que exige eficiência, talento, muito trabalho e não esquecer de alguma proteção divina, sempre.
Os problemas de Novo Progresso – com mais ou menos intensidade – focados no debate da campanha eleitoral, é justo reconhecer que eles são de total conhecimento do prefeito e vice democraticamente eleitos. Eles sabem o que é preciso saber, isso é pacífico. Resta esperar que eles saibam e principalmente, que eles consigam fazer o que é preciso e o que deles é esperado.
Os comentários , as criticas existem, muitas por dor de cotovelo após derrota eleitoral, outras por fatos que realmente existem, mas precisamos acreditar no prefeito, na sua equipe e deixar que trabalhem para serem julgados na próxima eleição. A saúde, educação, melhorias nas ruas da cidade e vicinais, com certeza serão prioridade do governo do atual prefeito Osvaldo Romanholi (PR).
Osvaldo ainda não parou desde a posse , trabalha diuturnamente para acertar, monta sua equipe e espera colocar no eixo até o inicio do verão para realmente poder mostrar trabalho, e é isto que o povo tem que acreditar, antes de tecer criticas em início de mandato.
É óbvio também que caso ocorra irregularidades, improbidades, merece sim ser denunciadas, ai vem o papel da imprensa com imparcialidade, com comprovações de fatos, não só de boatos.
Existem problemas de hoje e existem problemas de 20 ou mais anos atrás, não insolúveis, mas pelo menos de difícil solução. Entre estes sem dúvida o maior é o grande desafio de Osvaldo e Dr. Joviano, é conseguir ao menos dar início a algum projeto de industrialização da economia municipal, por extensão, de toda a região cujo polo é Novo Progresso. Nossa região que é destaque em índices de produtividade na pecuária, muitos esquecem da indústria madeireira que precisa de auxilio para continuar trabalhando e gerando renda e emprego para o município, os garimpos trazem retorno mas não tem apoio do governo, a agricultura é praticamente zero; que por várias razões conhecidas e algumas outras propositalmente ignoradas – jamais conseguiu agregar valor ao que retira do solo, com o suor do trabalho e o talento de seus cérebros pensantes.
A última grande “revolução” ou o último grande “acontecimento”, que interferiu na economia local foi as obras do “PAC” e lá se vão , temos que pensar daqui para frente, a rodovia BR-163 com a ampliação de recursos através do governo Federal , é a maior responsável, hoje, por atrair pessoas, trabalhadores e investidores ao longo da rodovia nosso município está sendo o mais beneficiado.
Novo Progresso, como é sabido, viveu duas grandes fases econômicas que o colocaram no lugar de destaque que ocupa até hoje: primeiro, o extrativismo da abundante floresta de mogno e cedro rosa e o garimpo de ouro , que deu início a tudo. Agora gera a expectativa da vinda do o ciclo do agronegócio, especialmente a partir da cultura do arroz, soja e do milho , com terras férteis e com a aplicação da tecnologias nossa região pode ser impulsionada por estes investidores.
É preciso buscar alternativas, é preciso repensar, reprogramar. E é preciso ousar. Isso não cabe unicamente a prefeitos nem a vereadores ou à classe política. Mas todos eles, individualmente ou de forma coletiva, são ou deveriam ser catalisadores das forças da comunidade, em busca de novos caminhos e de novas alternativas. Essa é, em última análise, o que se espera do Governo Municipal que amanhã completa os seus primeiros 37 dias de trabalho. Trabalho em que, não custa reiterar, a comunidade deposita grandes esperanças, a equipe do Jornal Folha do Progresso, está disposta a colaborar e acredita ser possível atingir os objetivos a que se propôs Osvaldo e Dr. Juviano. Fonte: Jornal Folha do Progresso
Publicado por Folha do Progresso fone para contato 93-35281101- Cel. TIM: 93-81171217 e-mail para contato: folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br