Seguidores

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

LEGISLATIVO

Chico Souza é derrotado na eleição da presidência do legislativo pelo próprio partido.
Chico Souza depositando o voto na urna
 
Chico Souza (PMDB) perdeu a eleição da Mesa Diretora da Câmara de Novo Progresso, com seus aliados (candidatos), por causa do seu próprio partido, o PMDB.  Chico não conseguiu contornar divergências internas. Dos  quatro vereadores pemedebistas, teve que aliar com PSDB para compor a chapa, com aliança somou com seis vereadores e  perdeu eleição por 6 x 3. Leva se em conta que a mesa é composta por quatro vereadores e Chico só obteve três votos, com  este resultado um candidato da chapa votou contra, ou traiu o grupo ou votou enganado!
O PMDB vem em decadência no município, partido que já  elegeu prefeito, foi vice e compôs como vice-prefeito com o PSDB na ultima eleição onde sofreram  amarga derrota.
A tentativa de eleger o presidente da casa seria uma importante manobra para que o PMDB pudesse ficar  com o poder paralelo, onde  estariam submissos ao líder do partido a nível municipal.
Vereadores sofreram retaliações nos últimos dias que antecedeu a eleição da mesa diretora da casa, sobre pressão do próprio presidente Senhor Neri Prazeres, que impôs o nome do vereador Chico Souza para ser o presidente, tentou de varias formas eleger o seu, mas não obteve sucesso.
Chico por sua vez usou de artimanhas , entre tantas esbarrou no linha dura e Vereador forte do PT-Partido dos Trabalhadores, que trabalhou na surdina e sozinho levou a presidência da casa com compondo a chapa com ,membro do próprio partido Peemedebista.
O PMDB de Novo Progresso, com inúmeros parlamentares na esfera estadual e federal quase nada fizeram pelo município nos últimos quatro anos, na reta final já enterrado  entrou em rota de colisão com o atual presidente da casa e vereador mais votado na ultima eleição onde para tentar eleger a ex-prefeita Madalena trabalharam pelo pacto politico, pacto este desfeito pelo próprio presidente peemedebista que esqueceu da parceria e pensou em si próprio , agora tem que saborear mais uma amarga derrota em inicio de mandato.
A derrota serve para Neri Prazeres  refletir melhor sobre estratégias e ampliação do grupo de apoio. O partido no cofre adormece com os moribundos sobre seu domínio. Aos poucos, ele deve adquirir habilidade política para isso.
O prefeito Osvaldo Romanholi (PR),foi incisivo em afirmar que não se envolveria na disputa da presidência do Legislativo. Depois foi alertado de que precisaria eleger aliados para a Mesa com vistas a ter tranquilidade para tocar a gestão. Decidiu entrar nas articulações e em cena mostrou sua habilidade ajudando eleger o presidente da casa com mesa diretora da forma que planejou.
Agora quando retornar os trabalhos no legislativo terremos uma visão clara da real  situação dos edis se pretendem dar trégua  para o prefeito, ou já de cara fechar o cerco, numa linha dura, medida que é pouco provável.