Seguidores

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Votação Eletrônica no Brasil

Hacker, urnas eletrônicas e Garotinho
Um hacker que se diz capaz de fraudar a votação eletrônica foi apresentado em seminário do PR do Rio de Janeiro na semana passada. O menino de 19 anos afirma – sem apresentar provas, ressalte-se – que houve mudanças de resultados eleitorais este ano em municípios do interior fluminense.
E por que Anthony Garotinho, cacique do PR-RJ, e sua filha Clarissa se mantêm calados sobre o caso? Simples. Por trás do hacker está o delegado Alexandre Neto, policial responsável por denúncias de corrupção envolvendo Garotinho e seu ex-chefe de Polícia, Álvaro Lins.Por Lauro Jardim